Élio - Blogue

Workshop de Teatro No IPJ

A Direcção Regional do Algarve do IPJ e o Formador José Guerreiro estão a organizar um workshop de Teatro que irá decorrer no dia 21 de Março, nas instalações do IPJ.

 

Os conteúdos deste workshop, dirigido a jovens a partir dos 15 anos, são: introdução ao teatro, jogos de apresentação, aquecimento e relaxamento, confiança, concentração, dinâmica de grupo, improvisação, as emoções, exercício final.

 

José Guerreiro mestre em Animação Sociocultural pela Universidade de Sevilha e formador na área do teatro desde 1995 participou em vários formações:

 - Curso de monitor de expressão dramática, Fundação Calouste Gulbenkian, por João Mota

- Curso de interpretação, Teatro da Trindade, por Tiago Porteiro

- Curso de encenadores, Teatro da Trindade, por Claudio H.

- Curso de caracterização, IPJ, Setúbal,

- Curso de teatro dos “La Fura dels Baus”, Lisboa

- Curso de iniciação ao teatro, U.Algarve

 
 

Para mais informações e inscrições, deverão os interessados contactar a Direcção Regional do Algarve do Instituto Português da Juventude, na Rua da PSP (junto à Alameda), através do telefone 289891820 ou correio electrónico: ipj.faro@ipj.pt

IV Produção Teatral do Projecto Naia / Do Outro Lado

A Associação Teatro Experimental de Lagos leva a cena a IV Produção teatral do Projecto Naia - aulas de teatro para jovens.
 
A peça "Do Outro Lado", de Nelda Magalhães, a partir de criação colectiva dos alunos do Projecto, trata de um grupo de jovens confrontados com a realidade inóspita dos dias de hoje no meio escolar, social e familiar, revelando esconder segredos de forma a conseguirem sobreviver.
 
"Do outro lado estamos todos quando temos segredos...
Eles são como tu. Serão? O que é que escondem no olhar que reflectem no espelho? Vítimas ou heróis? Serão fortes ou frágeis?
E tu, o que é que és do outro lado?"
 
A estreia terá lugar no Auditório do Centro Cultural de Lagos, dia 20 de Fevereiro (sexta-feira) pelas 21h30, com entrada livre.
 
o espectáculo irá itinerar pelas escolas EB 23 do concelho de Lagos, com várias apresentações para a comunidade escolar. Serão também promovidos debates após as representações sobre os temas abordados: saúde juvenil, relação familiar, social e situações de risco.

Teatro Experimental Ideias do Levante actua em Tavira

O Teatro Experimental Ideias do Levante (Lagoa/Algarve), vai levar ao Espaço da Corredoura - Tavira, no dia 21 de Março de 2009 (pelas 22h00), a peça O Colar de Helena da autoria de Carole Féchette numa adaptação e encenação de Rui Mimoso, com a interpretação ao cargo de Luísa Ricardo, Rui Mimoso, Isabel Costa e Fernando Guerreiro.
 
A peça estreou, no passado dia 28 de Janeiro de 2009, no Auditório Municipal de Lagoa, perante um numeroso público que acedeu à proposta e que, no final, aplaudiu entusiasticamente. Rui Mimoso, visivelmente satisfeito com o resultado obtido, disse que a noite da estreia foi "uma noite de teatro muito linda e gratificante do reconhecimento do nosso trabalho". O encenador enalteceu que "o teatro não se faz de paixões e fascínios, mas sim de muita dedicação". Segundo o encenador, "no teatro os actores têm que dar os 120%, para que seja possível contar uma história que sensibilize o público". E assim aconteceu...

O Colar de Helena aborda, de forma metafórica, o confronto de culturas e identidades entre duas civilizações distintas. Helena, uma turista ocidental, encontra-se numa cidade do Médio Oriente destruída pela guerra, a fim de participar num congresso. A dada altura, apercebe-se de que perdeu o seu pequeno colar de pérolas brancas falsas. Na procura desse colar, acompanhada por um taxista que a guia pelas entranhas da cidade, Helena é lançada num labirinto de experiências, de sentimentos e de contrastes entre o conforto que tomamos por adquirido no Ocidente e a precariedade da vida quotidiana no Médio Oriente. A mensagem, que um Homem pede que Helena traga para o seu país de origem, não poderia ser mais clara: "Não podemos mais viver assim!"

Seminário sobre o uso eficiente da água

 

A água é um recurso vital para a sobrevivência dos seres humanos, bem como para a prossecução de inúmeras actividades económicas, sociais e culturais. É também um elemento essencial ao funcionamento de diversos ecossistemas onde o ser humano e muitas outras espécies de animais e vegetais, obtêm os recursos necessários à vida.

71% da área do Planeta Terra é coberta por água, mas 97,5% desta é salgada e apenas 0,01% é água doce disponível para o consumo humano. De acordo com os últimos dados das Nações Unidas, estima-se que cerca
de 1 100 milhões de pessoas não têm garantido o acesso à água potável, e este número poderá duplicar nos próximos 10 a 15 anos se não forem alteradas de forma radical e eficaz as práticas de gestão dos recursos hídricos.

No Algarve, por ser uma região de clima mediterrânico sujeita a períodos de seca mais ou menos acentuados, a questão do uso eficiente e racional da água assume especial importância, de forma a que se garantam as necessidades das gerações vindouras e a preservação dos
sistemas ecológicos.

Lamentavelmente, uma parcela importante da água que é posta à disposição das populações não é utilizada de forma eficiente, ocorrendo perdas significativas. Os jardins e espaços verdes nos centros urbanos são, por vezes, exemplo disso. Este panorama deverá ser alterado logo a nível da concepção destes espaços mediante, por exemplo, a adopção de espécies autóctones da região, bem como,
implementando tecnologias e práticas mais sustentáveis na sua manutenção e conservação

Nesta perspectiva, a Associação Almargem e a Águas do Algarve, S.A. vão realizar um Seminário Técnico sobre Uso Eficiente da Água em Espaços Verdes e Jardins, que irá decorrer dia 6 de Março no Teatro das Figuras, Faro, e que contará com a presença de reconhecidos especialistas da área.

Este seminário tem como objectivo alertar o público para a necessidade de se alterarem práticas a nível de projecto e gestão dos espaços verdes no Algarve, de modo a ser feito um uso mais eficiente dos recursos hídricos. O público a que se destina são engenheiros, arquitectos, técnicos, projectistas, docentes universitários, estudantes da área, empresas de jardinagem, gabinetes de arquitectura, hotéis, resorts, autarcas e outros consumidores colectivos. O programa e informações complementares podem ser
encontradas em www.almargem.org

Esperamos que esta iniciativa seja do seu interesse e que nos apoie com a sua participação.

Paralelamente, decorre também o concurso Jardim das Figuras Uma Perspectiva Sustentável, dirigido a todos os estudantes de Arquitectura Paisagista do país. Inserido no mesmo âmbito do seminário, este concurso pretende encontrar uma solução valorizadora e sustentável do ponto de vista ambiental e económico, para um espaço junto à Casa das Figuras, em Faro.

São 14 os projectos a concurso, envolvendo 30 futuros profissionais da área, organizados individualmente ou em grupo e provenientes de 3 diferentes Universidades: U. do Algarve, U. de Évora e U. Técnica de Lisboa. O projecto vencedor levará para casa 1500€ de prémio, mais a garantia da sua execução no terreno. A entrega do prémio terá lugar
na sessão de encerramento do seminário.

João Madeira
Coordenador do Departamento de
Ambiente e Recursos Naturais
E-mail: jmadeira@almargem.org

Páginas

Subscribe to RSS - Élio - Blogue