TEATRO "AQUELES TRISTES DIAS" 24 MARÇO EM QUARTEIRA

banner

 

Integrado nos Cenários - XIV Mostra de Teatro do Concelho de Loulé, organizado pela Câmara Municipal de Loulé, o grupo TAL - Teatro Análise de Loulé da Casa da Cultura irá voltar a subir ao palco no próximo dia 24 de Março pelas 17h no Centro Autárquico de Quarteira.

CONCURSO DE CONTOS

Concurso de contos casa da cultura de Loulé

A Casa da Cultura de Loulé continua apostando e incentivando a criação artística, nas suas diversas formas de expressão. Um ano após ter lançado um concurso de poesia que juntou participantes de vários pontos do país, volta a incidir o seu foco na escrita, desta vez sob um concurso de CONTOS. 

Para consultar os prémios e método de participação, poderá consultar o regulamento que se encontra abaixo.

 

REGULAMENTO PARA CONCURSO DE CONTOS CASA DA CULTURA DE LOULÉ

2018/2019 

 Artigo 1º

Introdução e Objecto:

A Casa da Cultura de Loulé organiza a 1ª edição do Concurso de Contos, que visa estimular a criatividade, valorizar a produção literária, fomentar hábitos de escrita, de leitura, e premiar a produção de originais de Contos.


Artigo 2º

Destinatários:

O concurso destina-se a todos os cidadãos – escritores ou não, com mais de 15 anos.


Artigo 3º

Natureza dos Trabalhos:

O género literário elegível para efeito deste concurso é o Conto em língua portuguesa, com tema livre.


Artigo 4º

Entrega dos Trabalhos:

Os Contos podem ser entregues até ao fim do dia 29 de Março de 2019 (19.00 horas), em mão, na Casa da Cultura de Loulé, ou através de correio, para a seguinte morada:

Casa da Cultura de Loulé

Concurso de Contos 

Parque Municipal de Loulé

Apartado 210

8100-905  Loulé 

No caso das obras enviadas pelos serviços dos correios, será considerada a data do

carimbo dos CTT desse mesmo dia.

Só podem ser apresentados trabalhos individuais, sendo apenas permitida a entrega de dois Contos por pessoa. 


Artigo 5º

Prémios:

1 . Aos trabalhos classificados são atribuídos por ordem de mérito os seguintes prémios:

1º Prémio 200 € em vales e diploma de participação;

2º Prémio 125 € em vales e diploma de participação;

3º Prémio 75 € em vales e diploma de participação.

2 . Será atribuído o “Prémio Revelação Juvenil”, no valor de 100 €, para o melhor Conto de concorrentes com menos de 18 anos e diploma de participação.

Aos demais, será entregue um diploma de participação.


Artigo 6º

Formato dos Trabalhos:

a) Cada Conto deverá ter até 3 páginas A4 como máximo, com espaçamento de 1,5 entre linhas, com tipo de letra Times New Roman, tamanho 12.


Artigo 7º

Condições de Apresentação dos Trabalhos:

a) Os Contos a submeter a concurso devem ser assinados com pseudónimo, em envelope fechado, sem qualquer identificação, e com indicação “Candidatura ao Concurso de Contos.

b) Os documentos de identificação e contactos (nome, data de nascimento, número de identificação, morada, nº de telefone, correio electrónico) devem ser entregues noutro envelope fechado, em cujo rosto deve constar o pseudónimo, remetido juntamente com o anterior. A Casa da Cultura de Loulé não passará quaisquer dados a terceiros, sendo as informações recolhidas destinadas somente para utilização e análise no decorrer do concurso de contos.


Artigo 8º

Apreciação dos Trabalhos:

a) Os trabalhos serão apreciados no prazo de dois meses a contar do término do prazo de entrega.

b) Os critérios de apreciação dos trabalhos serão definidos pelo júri.


Artigo 9º

Júri:

a) Os trabalhos serão avaliados por um júri composto por 3 elementos de reconhecido mérito e idoneidade, escolhidos pela Casa da Cultura de Loulé.

b) Através de deliberação, a Casa da Cultura de Loulé reserva-se o direito de designar mais elementos se se entender necessário para o júri.

c) Caso os trabalhos não apresentem qualidade ou não respeitem os requisitos definidos no Regulamento, o júri reserva-se o direito de não atribuir prémio.

d) Caberá ao júri decidir sobre os casos omissos neste Regulamento.

e) As reuniões do júri são secretas, deliberando em plena independência e liberdade, sendo as declarações de voto registadas em acta redigida por um secretário definido pelo júri e homologada pelo Presidente da Casa da Cultura de Loulé.

f) As deliberações são tomadas por maioria absoluta de votos e delas não poderá haver recurso.

g) Os elementos do júri só serão conhecidos no dia da apresentação dos resultados.

ANDEBOL 23 e 24 MARÇO

 

Andebol CC Loule 23 e 24 Março 2019

 

 

ANDEBOL 17 MARÇO

 

andebol Casa Cultura Loule 17 Março 2019

Cenários 2019 - "AQUELES TRISTES DIAS"

 

Integrado nos Cenários - XIV Mostra de Teatro do Concelho de Loulé, organizado pela Câmara Municipal de Loulé, o grupo TAL - Teatro Análise de Loulé da Casa da Cultura irá apresentar no próximo dia 16 de Março pelas 21.30 no Cine-teatro Louletano a sua mais recente produção.

"Aqueles tristes dias..."

texto de António Clareza com encenação de Mariana Teiga

Aqueles tristes dias - cartaz


Após a estreia, o elenco de "Aqueles Tristes Dias" irá dar continuidade à sua digressão ao subir ao palco da Casa  do Povo de Querença no dia 17 de Março pelas 17 horas, naquela que será a segunda participação do Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé no "Cenários 2019".

Esta peça retrata o nosso Portugal em finais da década de quarenta. Mais precisamente na aldeia do Sol Postinho. Aleixo ainda deambulava pelas feiras declamando aqui e ali as suas quadras que eram sempre muito admiradas por onde quer que passasse. Na aldeia do Sol Postinho residia uma família cujos problemas de vida eram semelhantes a tantos portugueses espalhados do Algarve ao Minho. Assim, Rosa Maria, uma das personagens desta história passada em muitos dias tristes dessa época, pretende obter o diploma da 4ª classe para poder ajudar a sua pobre mãe que nunca deixa de frisar que é analfabeta porque teve de cuidar de três irmãos, em virtude dos pais trabalharem de sol a sol para ganhar uns míseros escudos com que alimentavam a família. Rosa Maria consegue obter o diploma da 4ª classe o que a leva até Lisboa como serviçal de uma família abastada. Mas ali, estava destinada a que os seus dias passassem a ser ainda mais amargos. Durante o desenrolar da história, a prostituição obrigada, a guerra colonial, a prisão do Tarrafal, a censura e um sem número de situações que levaram milhões de portugueses a deixar a sua pátria a troco de sacrifícios inimagináveis, levam a que cada um de nós lhe venha à memória algo escutado muitas vezes a vários familiares que passaram por Aqueles...tristes dias. Mas quem sabe... se à aldeia do Sol Postinho outros poentes e amanheceres não virão a ser de alegria...

 

Páginas

Subscribe to Casa da Cultura de Loulé RSS