Conferências

Conversas no Parque "Associativismo antes do 25 Abril"

Workshop – 6 de Abril


“Habitar o Centro Histórico” Residir, Trabalhar e Divertir em Loulé"

Pensar o centro da cidade, o presente que temos e o futuro que queremos e, em particular a sua área comercial e habitacional mais antiga, com a participação dos residentes, proprietários, empresários que ali desenvolvem actividade económica, interessados em residir ou trabalhar em Loulé, é o objectivo desta iniciativa.

No próximo dia 6 de Abril, entre as 14h30 e as 18h30, em vários espaços da cidade com a colaboração de diversos convidados, especialistas em áreas específicas, representantes de instituições e, claro, com quem ali vive e trabalha, vamos todos contribuir com ideias e propostas, para valorizar a riqueza patrimonial da cidade e inverter a tendência para o abandono e a descrença.

imagem do workshop

Workshop – 6 de Abril

14h30.  Abertura e projecção de vídeo sobre centro histórico de Loulé

Galeria do Convento Espírito Santo


15h00/16h30. Sessões de trabalho:

Tema 1: "Trabalhar"

Café Calcinha

Tema 2: "Divertir"

Poeta Café


Tema 3: "Residir"

Galeria do Convento Espírito Santo


17h00/18h30- Apresentação conclusões do trabalho de grupo

Galeria do Convento Espírito Santo

18h30. Encerramento do evento

A participação ao longo de todo o evento é gratuita.

Conferência - A Música e o Quotidiano no Tempo dos “Pilares da Terra”

fotografia Américo


Sábado dia 23 Março pelas 21:30H a Casa da Cultura de Loulé recebe a Conferência - A Música e o Quotidiano no Tempo dos “Pilares da Terra”, baseado na obra de Ken Follet - por Américo Cardoso.

Uma viagem ao mundo medieval, com exemplos musicais.

Após a conferência haverá espaço para tertúlia, onde o público é convidado a participar.

Entrada gratuita, sujeita a lotação da sala.

Carnaval de Loulé: manter ou recriar?

Conversas no Parque "Consumo responsável"

 

"Conversas no Parque" é um desafio, ou o convite como queiram, que a Casa da Cultura de Loulé lança a todos, para que o espaço da CCL no Parque Municipal seja transformado num lugar de encontro de ideias, de pensamentos, de dúvidas, de conhecimento, de convivio... Dia 04 de Dezembro pelas 21.30h iremos abrir a associação para mais uma conversa cujo tema será "O consumo responsável".

Consumo responsável

Valorizar a produção local

Em que pensamos quando compramos um produto de que necessitamos? E quantas vezes pensamos na sua origem? Aquela T-shirt preferida ou os sapatos que têm aquele formato ou aquela cor. Até mesmo o café, sumo, chá ...
A sociedade de consumo actual promove grandes desequilíbrios sociais e ambientais,.... Todos os nossos gestos e opções diárias afectam não só a nossa vida mas a vida de outras pessoas e põem em causa a sustentabilidade do planeta.
Como garantir a protecção dos direitos humanos, a preservação do ambiente e a sustentabilidade económica e cultural?
É fundamental educar e mobilizar a sociedade civil - e em especial as gerações mais jovens – para a mudança dos hábitos de consumo, tornando-nos mais críticos, exigentes e responsáveis, como exercício da nossa cidadania.

in: http://www.consumoresponsavel.com/

E em concreto o que pode cada um de nós fazer, em sua casa, no local onde trabalha e habita?
Já todos pensaram que quando compramos uma laranja vinda da Africa do Sul, um produto fabricado na China, que os mesmos percorreram milhares de quilómetros utilizando transportes poluentes, e que muitas vezes seria possível comprar um produto idêntico, por vezes até melhor, mais fresco, menos manipulado, produzido a poucos quilómetros?
Já pensaram que se comprarmos um produto ao nosso vizinho ele terá dinheiro para comprar outros produtos e serviços a nós próprios e a outros vizinhos, e se o fizermos numa grande superfície, do comércio globalizado, isso já não está garantido?
Já pensaram que se não comprarmos o que se produz na região e no país, as empresas fecham, aumenta o desemprego, temos que importar de outros países, tornamo-nos mais dependentes dos outros?
A produção com comercialização de proximidade, em contraciclo com a economia globalizada, é mais sustentável, mais responsável, podemos conhecer quem produz, como produz, sugerir e exigir melhorias face a face.

Diversas soluções que assentam numa relação de próximidade entre que produz e quem compra estão em curso.

Dia 4 de Dezembro, às 21,30h, vamos reflectir sobre tudo isto, e pensar sobre qual pode ser o nosso possivel contributo.

Participa e traz um(a) amigo(a) contigo!

Páginas

Subscribe to RSS - Conferências