Exposições

Mostra de Espantalhos Guardiões

 

Espantalhos Guardiões

 

A Casa da Cultura de Loulé vai instalar em Loulé uma mostra de espantalhos, com inicio dia 3 de Fevereiro e duração previsível de um mês de forma a permitir atividades pedagógicas ou iniciativas de outra natureza. 

Os espantalhos serão instalados em espaço público ou de uso público, conforme listagem abaixo, não conflituando com a circulação de pessoas ou veículos.

A referida mostra realiza-se trinta anos depois da 1ª mostra de espantalhos, com um novo formato, agora centrado na divulgação de património material e imaterial, em alguns casos não identificado nem valorizado.

Os espantalhos, guardiões das frutas e das colheitas, afugentando a passarada que as pretende depenicar, cumprem aqui simbolicamente a mesma função, visando a defesa e valorização do que de melhor temos para usufruir, hoje e no futuro, relativamente a elementos relevantes do património da cidade.

São 13 os locais selecionados que cumprem cumulativamente dois requisitos:

- Serem locais relevantes do ponto de vista patrimonial, material e ou imaterial;

- Sobre eles recai algum tipo de ameaça: por abandono, uso inapropriado, falta de valorização e de reconhecimento do valor em presença.

Dia 3 Fevereiro de 2018, sábado,  com início às 15h00 será realizada a visita inaugural,  em que será feito um percurso que passará por todos os locais onde estão colocados espantalhos. A referida visita terá início junto ao Monumento Eng. Duarte Pacheco.

Locais onde se localizarão os espantalhos: Cássima (fonte, amendoeira e nora) Coreto, Fonte da Pipa, Ponte do Álamo (levadas e gestão da água), Largo da Matriz (portas quinhentistas e ofícios) Centro Histórico, Lavadouro Municipal, Jardim Manuel da Mana, Largo de S. Francisco (edifícios, conjuntos edificados e elementos construtivos), Mercado dos Produtores.

 

 

Exposição - FOTOLITERANDO

 

A Casa da Cultura de Loulé e a Câmara Municipal de Loulé, promovem conjuntamente algumas exposições ao longo do ano. A próxima exposição que vos convidamos a visitar “FOTOLITERANDO”, da autoria de Fábio Eusébio e Helena Lourenço, como o próprio nome indica cruza a fotografia e a literatura num jogo de imagens e palavras.

A Casa da Cultura de Loulé e a Câmara Municipal convidam-no(a) a estar presente na inauguração da exposição que irá decorrer no próximo dia 22 de Setembro, no Centro de Experimentação e criação Artística de Loulé (Parque Municipal de Loulé) pelas 18H, onde ficará aberta ao público até ao dia 21 de Outubro.

 convite Fotoliterando

CONVITE XXVIII MOSTRA DE ARTES PLÁSTICAS DO CONCELHO DE LOULÉ

 

CONVITE XXVIII MOSTRA DE ARTES PLÁSTICAS DO CONCELHO DE LOULÉ

XXVIII Mostra de Artes Plásticas de Loulé

 

Mostra de Artes Plásticas de Loulé 2017

 

A Casa da Cultura de Loulé, em colaboração com a Câmara Municipal de Loulé, vai realizar a XXVIII Mostra Coletiva de Artes Plásticas do Concelho de Loulé. A Mostra Coletiva de artes, pretende continuar a juntar artistas de várias gerações, independentemente dos seus percursos artísticos ou formativos. 

A Mostra é um espaço de partilha e experimentação, onde não existem restrições quanto aos materiais ou técnicas utilizadas.

Queremos continuar a estimular a criação artística e a promover o contacto direto entre os artistas, sejam eles amadores ou profissionais.

Este ano a Mostra irá mais uma vez estar patente ao público no edifico C.E.C.A.L. / Casa da Cultura de Loulé, em pleno parque municipal, a partir do dia 10 de Março até ao dia 22 de Abril.

Todos(as) os interessados em participar nesta iniciativa, podem obter os impressos de participação na Casa da Cultura de Loulé ou solicitar os mesmos por email. 

Para o efeito, foram estabelecidas as seguintes normas:

 

1.Apresentação de pintura ou escultura;

2.Apresentação de obras não expostas em mostras anteriores;

3.Número máximo de 1 trabalho por artista;

4.Preenchimento dos formulários de inscrição, inclusive o Curriculum;

5.Só serão expostas as obras devidamente preparadas (com suportes) para a sua afixação;

6.Deverá fazer a entrega dos trabalhos obrigatoriamente na Casa da Cultura (Parque Municipal de Loulé), num dos seguintes dias 23, 24 Fevereiro e 1, 2, 3 de Março entre as 11h – 13h e 17h – 19h;

7.O levantamento das obras será obrigatoriamente durante os dias 26, 27 e 28 de Abril entre as 11h – 13h e 17h – 19h. Uma vez ultrapassado o prazo de recolha dos trabalhos a organização não se responsabiliza pelos mesmos;

8.Só será permitida a participação na Mostra de artistas nascidos ou residentes no concelho de Loulé;

9.Por questões de espaço a participação na Mostra será restrita aos primeiros 40 participantes que entreguem a sua obra a expor e respetiva ficha de inscrição.  

 

 

Black, Grey, White, Red, and Black again

 

A Casa da Cultura de Loulé e a Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Loulé, irão disponibilizar ao público entre os dias 28 Outubro e 25 de Novembro, a exposição "Black, Grey, White, Red, and Black again", no espaço de galeria C.E.C.A.L. localizado em pleno parque Municipal.      

Grey, White, Red, and Black again" é um trabalho fotográfico da autoria de Ana Perfeito e João Santos, que conta ainda com a colaboração de Roberto Gomes. Esta exposição resulta de um trabalho desenvolvido pelos autores ao longo dos últimos meses, na sala de fotografia da Casa da Cultura de Loulé, onde procuram simultaneamente dinamizar a fotografia em formato analógico. 

A exposição irá ser inaugurada no C.E.C.A.L. na sexta feira dia 28 de Outubro, pelas 18:30H.

 Black, Grey, White, Red, and Black again

 

Black, Grey, White, Red, and Black again 

Exposição de fotografias analógicas executadas no laboratório de fotografia da Casa da Cultura de Loulé.

Os autores utilizam a fotografia de bonecos para ilustrar o caráter cíclico de diversas situações pessoais, sociais e culturais.

A exposição é complementada por uma instalação de realidade virtual, fruto da colaboração com o artista Roberto Gomes, que permite a imersão num laboratório de fotografia virtual.

Entre a fotografia analógica e a realidade virtual, os artistas pretendem demonstrar que nenhum meio de expressão artística é obsoleto, menos relevante ou substituível, apenas fases de um ciclo.

Páginas

Subscribe to RSS - Exposições