Teatro

Apresentação de Natal - T.A.L. Júnior

 

cartaz TAL JÚNIOR

O grupo de alunos(as) do T.A.L. Júnior (aulas de teatro para crianças) e a professora Marta La Piedad, irão fazer a sua apresentação de Natal no Cine Teatro Louletano dia 20 de Dezembro pelas 21:30H.

O grupo de alunos(as) é composto por crianças e jovens dos 6 aos 16 anos de idade, que irão levar ao palco a peça de teatro “Uma Estrelinha de Natal”. 

Venha conhecer os nossos pequenos grandes talentos.

Um Conto de Pernas Pr´o Ar - No Club Farense

 

O grupo Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé irá apresentar em Faro, na sede do Club Farense (Rua de Santo António nº 30 1º Andar), no Sábado dia 17 dezembro, pelas 11H a peça de teatro infantil “Um Conto de Pernas P’ró Ar”.

A Peça tem uma duração aproximada de 40 minutos e destina-se a crianças com mais de 2 anos de idade.

Para mais informações contacte o Club Farense pelo número 289 824 219, ou a Casa da Cultura de Loulé pelo 289415860.

 cartaz - Teatro "Um Conto de Pernas Pró Ar"

 

Sinopse: Um Conto de Pernas Pr´o Ar

Algodãozinho é uma menina que vive algures na Floresta das Estrelas Cadentes e que quase todas as noites recebe no seu velho casebre a visita de pequenas estrelas que se perdem no imenso universo e que ali vêm em busca de uma ajuda. É que Algodãozinho tem a arte única de consertar estrelas que caem nas suas loucas correrias espaciais.

Mas na Floresta das Estrelas Cadentes, acontecem todos os dias coisas inimagináveis tal como a visita do Soldadinho de Chumbo em busca de um amor que substitua o que sentia pela sua bailarina de papel, ou mesmo o célebre lobo da história da Avózinha do Capuchinho que entretanto virou um lobo bonzinho. Para lá de tudo isso a Rainha Plim Plom Plim sabendo das artes e da inteligência superior de Algodâozinho quer levá-la para o seu Palácio. Ali perto, na Torre da Má Hora, coisas muito estranhas estão acontecendo já que o Dragão Pescossão e o Dulingosilfério ( o ser mais estranho do Planeta ) abandonam a Torre por motivos que todos irão descobrir quando esta história estiver a decorrer perante os vossos olhos. Um mundo bem diferente do que nos rodeia mas tão natural nas histórias de encantar. Algodãozinho vai mostrar como o seu doce coração poderá pôr esta história de pernas para o ar!

Teatro - "Vamos Brincar ao Natal"

 

vamos brincar ao natal- Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé

Enquadrada na época natalícia, o Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé preparou uma nova produção teatral para a infância intitulada “Vamos Brincar ao Natal”. Este é um trabalho original levado ao palco pelos atores Andreia Brito, Diogo Diogo e Marta La Piedad que pretende levar o teatro diretamente às crianças.

Espetáculos

14 Dez. 19H – Pav. Multiusos de Albufeira

16 Dez. 09:30h / 11H / 18:30H – Casa do povo de S. Bartolomeu de Messines

18 Dez. 16 – Aldeia Natal em Loulé 
 

 

Sinopse:

Noé, Madalena e Joana, são três irmãos que nos convidam a fazer uma viagem mágica à sua visão do Natal.

Na sala de estar quentinha, reina o amor, a música e muita cantoria. 

Os três irmãos irão oferecer-nos momentos mágicos do seu mundo de fantasia, desde a montagem da árvore de Natal ao Presépio, com muitas gargalhadas e alegria, sem faltar os bolinhos e o copo de leite para o Pai Natal.

Vamos brincar ao Natal?

Sextas à Solta - A Esperança é a última a morrer

 

O coletivo da Casa da Cultura de Loulé “Sextas à Solta” irá apresentar um novo espetáculo no próximo Sábado dia 19 de Novembro pelas 21:30H, no palco da Sociedade Guilherme Cossoul (Av. D. Carlos I nº 61 1º Andar - Lisboa).

 
banner Sextas à Solta - A Esperança
 
 
O Sextas à Solta regressa, apresentando um formato um pouco mais orgânico, onde o teatro mais físico e de improviso ganham força e deslindam a narrativa onde a Esperança é o cerne.
Partindo de uma formação que Rui Cabrita dirigiu na Casa da Cultura de Loulé entre Outubro e Novembro, foi criada esta apresentação, encenada em conjunto, onde se pretende que o espectador seja apresentado a um imaginário e uma linguagem onírica que o levará por diversos quadros.
 
Contamos convosco e esperamos que tenham esperança em nós.

 

Duração: 60 min +-

Público: Maiores de 12 anos

Entrada:

Organização: CCL e COSSOUL

Apoio: Câmara Municipal de Loulé / Loulé Concelho

"E o espetáculo vai continuar" - Barreiras Brancas

 

O grupo de Teatro da Casa da Cultura de Loulé (Teatro Análise de Loulé), irá levar ao palco do “Grupo Desportivo das Barreiras Brancas”, no dia 28 de Outubro, pelas 21:30H a peça “E o espetáculo vai continuar”.

“E o espetáculo vai continuar” é um texto de António Clareza, com encenação de Mariana Teiga.

cartaz

 

 “O Circo “ Maravilhas” vai apresentar o seu último espetáculo nesta localidade.

A bilheteira ….está às moscas o que pode significar que o Circo atravessa uma crise como não acontecia desde o seu início. 

Há vencimentos em atraso, o que provoca um certo mal-estar entre alguns artistas. Entretanto, Yva Botox entra em pânico por constatar que as suas pulgas amestradas podem ter morrido por cansaço ou mesmo vítimas de crime imundo. No meio de todo este drama, Paquito o empresário do circo é informado de que Tombe la Neige o grande mágico da companhia, acaba de ser detido por ter feito desaparecer por lapso técnico o presidente da junta de freguesia da localidade onde se encontram. 

Paquito aterrorizado vai em auxílio do mágico e ao mesmo tempo à procura de alguém que possa investir na Companhia evitando assim um ponto final naquela que foi das maiores companhias de circo da península ibérica e norte de áfrica. Mas os infortúnios não páram de suceder. A octogenária Miss Scarlette Star...a mais velha trapezista no ativo, pretende neste espetáculo subir à torre mais alta da pista e lançar-se em trapézio voador....como se de uma despedida se tratasse. Toda a companhia parece viver uma noite de terror. No meio de tudo isto o elefante Damão resolve ficar de trombas, provocando um ataque de histerismo no seu domador Juka Sandokan.

Algo de estranho se está a passar no Circo “ Maravilhas”.

A revolta dos animais amestrados será o princípio do fim do sofrimento de milhares e milhares de outros que vivem enclausurados nos circos um pouco por todo o mundo?

Os espectadores...embora poucos, vão vagarosamente dirigindo-se à bilheteira para obterem os seus ingressos já que o último espetáculo é de um só bilhete para dama e cavalheiro …”

Páginas

Subscribe to RSS - Teatro