E Foi Assim que Abril Chegou dia 9 de Maio

No passado dia 24 de Abril a Casa da Cultura comemorou o seu aniversário e ao mesmo tempo a revolução dos cravos, através da reposição de uma das antigas produções do seu grupo de teatro T.A.L. (Teatro Análise de Loulé).
A peça em causa intitula-se “E Foi Assim que Abril Chegou” a qual teve muito boa aceitabilidade por parte do publico Louletano, motivo que levou o T.A.L. a agendar mais um espectáculo para o próximo dia 9 de Maio na sede da associação, pelas 22 horas.

 

O Teatro Análise de Loulé presta, com este espectáculo, humilde e sincera homenagem a todos os homens e mulheres que ajudaram a transformar os dias cinzentos de Portugal em dias luminosos de esperança.
Recitamos e cantamos os poemas de Abril, porque como escreve Manuel Alegre:

“É possível falar sem um nó na garganta;
É possível amar sem que venham proibir;
É possível correr sem que seja a fugir;
Se tens vontade de cantar não tenhas medo CANTA!”

Exposição de arte "Desabrochar"

A Casa da Cultura de Loulé, apresenta entre os dias 4 e 15 de Maio a exposição da autoria de Fábio Guerreiro, intitulada “Desabrochar”.

 

Segundo o autor:

“Exposição "Desabrochar", porque é disso que se trata o meu desabrochar para a arte, após ter concluído o 12º ano no Artes Visuais.


Os meus trabalhos em tela são feitos sobretudo com óleo, mas também utilizo o acrílico e o papel, mas nessas superfícies retrato maioritariamente rostos feitos a partir de fotografias trabalhados a carvão e grafite.”

Foi assim que Abril Chegou

O Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé irá no próximo dia 24 de Abril pelas 22 horas, repor uma das suas antigas produções, a peça de teatro “Foi assim que Abril Chegou”.
Neste espectáculo o espectador será confrontado com algumas das vivências do povo Português anteriores à revolução, culminando no final com o relato dos acontecimentos de dia 25 de Abril de 1974.

 

 

 

 

O Teatro Análise de Loulé presta, com este espectáculo, humilde e sincera homenagem a todos os homens e mulheres que ajudaram a transformar os dias cinzentos de Portugal em dias luminosos de esperança.
Recitamos e cantamos os poemas de Abril, porque como escreve Manuel Alegre:

“É possível falar sem um nó na garganta;
É possível amar sem que venham proibir;
É possível correr sem que seja a fugir;
Se tens vontade de cantar não tenhas medo CANTA!”

25 de Abril Sempre.

"A Nova História de João o Ratão" na Fuzeta

A convite da Delegação da cruz Vermelha da Fuzeta, o T.A.L. (Teatro Análise de Loulé) estará presente nas festividades do Abril cultural que se celebram na vila da Fuzeta.
Este espectáculo marca a volta do T.A.L. à Fuzeta após um interregno de um ano, sendo que desta vez apresentará a peça infantil, “A Nova História de João o Ratão”.

Local: Centro comunitário da Fuzeta


Data: 18 de Abril 2009


Hora: 19 horas

"A Nova História de João o Ratão" com duas sessões dia 5 de Abril

Páginas

Subscribe to Casa da Cultura de Loulé RSS